Qual a diferença entre o atendimento numa clínica e num hospital? Leia esse texto e tire essa e outras dúvidas relacionadas ao tema, de uma vez por todas.

Você já precisou de determinado tipo de atendimento e ficou na dúvida para onde ir? Precisou prestar socorro ou fazer uma consulta simples e um exame e se viu perdido diante de tantas opções?

Para muitas pessoas é realmente um pouco complicado entender as principais diferenças entre os dois. É muito importante que você saiba para onde recorrer, caso precise de determinado tipo de assistência médica.

Então, vamos definir cada tipo de atendimento e o que deve ser levado em consideração pelo paciente no momento de ir à qualquer um desses locais.

Como funcionam as clínicas?

Primeiramente, vamos explicar como funciona uma clínica. Elas são consideradas mais equipadas de os consultórios médicos, porém menos estruturadas que o hospital.

As especialidades de atendimento são diversas, então o paciente terá um cuidado especial. Além disso, ele poderá realizar tratamentos específicos e exames no local, diferentemente do consultório.

Por exemplo, se você for à uma clínica ginecológica, provavelmente encontrará profissionais que são especialistas. Eles estarão aptos a fazer procedimentos e exames, além das consultas comuns.

Por fim, uma diferença da clínica para o hospital é que para atendimento na clínica, é necessário agendamento. Ou seja, não existe a opção de ser atendido na hora em que chegar no local.

E em relação ao hospital?

Já os hospitais oferecem atendimentos diferenciados das clínicas. Há tantos atendimentos eletivos, com necessidade de marcação, como também atendimentos de emergência. Ou seja, o paciente que sofreu algum acidente deve ser levado a um hospital, não a uma clínica.

Ademais, o hospital possui uma estrutura física maior, com a possibilidade de atendimento de várias especialidades, além dos procedimentos.

Por fim, o hospital também recebe pacientes para internação, uma vez que ele possui todas as instalações como quartos e enfermarias, além dos equipamentos para a sobrevivência desse paciente, como respiradores artificiais.

O que observar antes de ir a um desses locais?

Antes de tudo, pesquise e descubra sobre a reputação do local no qual você irá. Seja uma clínica ou um hospital, saiba o que os outros pacientes acham do atendimento, estrutura, higiene e outros pormenores.

Peça indicação de amigos, familiares, em fóruns da internet. Tudo isso é importante para que você tenha certeza de que está indo num lugar seguro, que preza pela saúde dos pacientes, clientes e colaboradores em geral.

Faça um levantamento sobre os prêmios recebidos, a forma como tratam os funcionários e o histórico de reclamações de outros clientes. Ademais, confira o currículo dos profissionais que atuam nesses lugares, para saber se realmente são capacitados.

Veja outras questões também como localização, se fica muito longe da sua residência e se vale a pena se consultar no local. Só se dirija á locais muito distantes da sua casa se o atendimento for referência e indicado por conhecidos.

Por fim, avalie o custo benefício e se o atendimento é realmente de qualidade.